Disney faz parceria com Microsoft


O acordo vale por cinco anos e será liderada pelo StudioLab da Disney, um laboratório usado para desenvolver e testar novas tecnologias. O objetivo é utilizar a Microsoft Azure como plataforma para intermediar as produções do estúdio, da gravação até a edição e a finalização.

Variety que o acordo leva em conta as vantagens de se utilizar a nuvem em grandes produções, como o processo de edição, por exemplo. "Podemos estar em um set na Austrália e editar na Califórnia. O cinema é um processo global", explicou Voris.

Como uma produção grande gera uma quantidade enorme de dados, armazenar e administrar tanto conteúdo, além de pouco prático, é arriscado. “Para grandes filmes, produzimos petabytes de dados. Mover arquivos físicos é uma proposta arriscada", disse Voris.

Passos para migrar os fluxos de produções para a plataforma Azure. De acordo com um representante do StudioLab, as primeiras produções editadas através da nuvem poderão ser vistas dentro de 12 ou 18 meses.

Microsoft, porque os demais concorrentes não pareciam estar prestando atenção no uso da nuvem como um espaço para a mídia de entretenimento. A Presidente da Microsoft nos EUA, Kate Johnson, disse que a empresa vem trabalhando para se destacar neste segmento.

Fechar uma parceria com gigantes da nuvem que operam seus próprios negócios de mídia, como a Amazon ou a Google, poderia ser visto como um acordo arriscado. "Nós simplesmente não fazemos isso", explicou Johnson.

Postar um comentário

0 Comentários