Apple amplia mercado na Europa


Smartphone da Apple ajudou a empresa a conquistar mercado na Europa (o mais ambicionado pelas concorrentes asiáticas), na Austrália e no Japão, mas sua participação vem encolhendo tanto no seu quintal como na China. A revelação vem do relatório da principal empresa de dados, insights e consultoria do mundo, a Kantar, sobre o terceiro trimestre de 2019.

Aumentar a produção para atender a demanda crescente pela nova série), a Apple viu sua participação na China (que é o maior mercado de smartphones do mundo) encolher 1,3% (de 18,9% para 17,6%). Isso se explica não apenas pelo sentimento de nacionalismo frente à guerra comercial entre China e EUA como pelos preços dos iPhones, que estão se tornando proibitivos no mercado chinês.

Suas inovações (às vezes, por força das circunstâncias), detêm 79,3% do mercado chinês. Huawei e sua subsidiária Honor representaram 46,8% de participação de vendas, mantendo sua posição dominante em relação ao trimestre anterior.

Cair 2% (de 38,1% para 36,1%), mas a marca ainda domina o segmento de smartphones. Se China e EUA se mostraram desapontadores, outros mercados registraram fôlego excepcional para aparelhos Apple. A participação da empresa na França, Alemanha, Itália, Espanha e no Reino Unido (os cinco maiores mercados europeus) cresceu de 16,9% para 18,9%.

Postar um comentário

0 Comentários