Clique abaixo para manter o site online

Banco de dados sobre estudantes


Foi publicada nesta sexta no Diário Oficial da União (DOU), será o banco de dados que reunirá as informações sobre o estudante brasileiro, da Educação Infantil à universidade. O Ministério da Educação (MEC) usará os dados armazenados para emitir a carteira de estudante gratuita (a chamada ID Estudantil).

Escolar do estudante e tudo relacionado com a formulação, a implementação, a execução, a avaliação e o monitoramento de políticas públicas. O ministério será o gestor do banco de dados, enquanto que as instituições de ensino serão responsáveis por inserir as informações através de um representante.

Como o nome completo do aluno,foto recente,número do CPF,data de nascimento e onde está matriculado.As carteiras físicas terão validade por determinado período de tempo.

Disponibilizadas em lojas virtuais pelo celular, e as físicas, nas agências da Caixa Econômica Federal, vão valer enquanto o estudante tiver vínculo com a instituição de ensino. As de outras entidades [como a União Nacional dos Estudantes] serão válidas até 31 de março do ano seguinte.

Carteira digital já era tema de estudos desde antes do atual governo tomar posse. O MEC tinha a intenção de usar informações pessoais de alunos obtidas nos censos educacionais (consideradas sigilosas) na emissão do novo documento.

Departamento técnico do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável por coletar e armazenar os dados.

Postar um comentário

0 Comentários