Clique abaixo para manter o site online

Chips da Qualcomm ganham


Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) conferiu aos chips Snapdragon o status de componentes eletrônicos com fabricação nacional.

Isenção fiscal, atendendo aos processos básicos de produção industrial do país. Dessa forma, os chips alcançam o status de produtos que entram, de vez, no mercado brasileiro, tornando-se competitivos em preços para compor aparelhos celulares de fabricação nacional.

Será integrada aos aparelhos celulares. O módulo será um substituto dos complexos sistemas de smartphones, já que trará, em um único sistema, CPU, GPU, memórias e modem de rede móvel (3G/4G/5G). Além disso, resultará em uma redução de custos de fabricação, com o processador contando com um multi-chip de mais de 400 componentes internos, ao invés de estarem espalhados pelas placas.

Fábrica de Jaguariúna, São Paulo, no início de 2020.

Nacionais, autorizada pelo governo, permitirá a utilização dos SiPs nos novos modelos. Todos os celulares fabricados no país, incluindo na Zona Franca de Manaus, estarão sob vigor da portaria.

Uma tecnologia muito boa mesmo esse chips muito avançado também um mercado crescer cada dia mais que agente passa nesse mundo essa peça muito importante para computadores.

Postar um comentário

0 Comentários