CONFIRA

Deet repelente detalhes sobre


Coceiras dos mosquitos,como o temido Aedes aegypti, que pode transmitir o vírus Zika e Chikungunya. Criado em 1946 pelos Estados Unidos, o ativo era utilizado pelo exército americano e, depois, tornou-se um repelente mega seguro para uso pessoal. Saiba todos os detalhes do ativo e confira como o DEET repelente age na pele.

COMO ATUA O DEET NOS REPELENTES
Superfície do nosso corpo ao criar uma camada protetora na pele. O que acontece é que as antenas dos insetos são atraídas pelo odor que a pele exala naturalmente, como o gás de dióxido de carbono, por exemplo, ou até mesmo por perfumes. Assim, o DEET confunde os neurônios e receptores presentes nas antenas e também na boca dos insetos, dificultando que eles reconheçam esse odor da nossa pele e, consequentemente, se aproximem dela.

COMO DESCOBRIR A EFICÁCIA DOS REPELENTES COM DEET
Esse nível de DEET determina a duração da proteção, e não o nível de afastamento dos mosquitos: ou seja, quanto maior a concentração de DEET, por mais tempo a pele ficará protegida. Com 5% de concentração, o DEET já consegue proteger 100% a pele durante 2 horas, e para mantê-la protegida de modo seguro, o ideal é sempre reaplicar o repelente em todas as áreas expostas - exceto no rosto.

OS REPELENTES COM DEET TÊM CHEIRO FORTE
Ativos que vão determinar o odor do produto. A boa notícia é que o DEET é uma substância leve e, por isso, não tem cheiro forte. Assim, está permitido aplicar o produto por até 3 vezes ao dia, que é o tempo médio indicado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia para evitar intoxicação, ou para quem tem a pele supersensível, apostar nas versões de protetor solar com DEET repelente.

Aedes aegypti, a dica é investir na aplicação e reaplicação do repelente com DEET nas primeiras horas da manhã e no final da tarde, que são os momentos onde o mosquito mais costuma atacar.

Postar um comentário

0 Comentários