CONFIRA

Herdeiro da Samsung volta ao tribunal


Julgamento por acusações de corrupção. As denúncias iniciais ocorreram em 2017, quando o executivo foi preso e condenado a cinco anos e prisão. Entretanto, no ano seguinte, ele foi libertado após decisão da Justiça baseado em um recurso.

Tribunais decidiram que ele deve passar por um novo julgamento que, na pior das hipóteses, pode ampliar a pena e fazer ele voltar à reclusão.

Causar preocupação a muitas pessoas.Ele ainda recebeu orientações do juiz para "permanecer humilde" e acatar qualquer decisão que seja tomada.

Lee Byung-Chul. Ele é acusado dos seguintes crimes: suborno, ocultação de ativos no exterior, desfalque, perjúrio e obtenção de lucros a partir de atividade criminosa. Todas essas atividades estão relacionadas em casos que envolvem uma troca de favores com o governo da Coreia do Sul — cuja presiente na época, Park Geun-Hye, sofreu impeachment após forte pressão popular.

Envolve altas quantias, é possível que o executivo tenha que voltar para a prisão. A previsão é de que o julgamento demore vários meses para ser concluído.

Postar um comentário

0 Comentários