KLM cria solução sustentável


KLM acaba de divulgar uma iniciativa de sustentabilidade pensando no alto consumo de filamento que a empresa utiliza através do uso de impressoras 3D para a confecção de ferramentas de manutenção para as suas aeronaves. A empresa começou a coletar as garrafas PET após todos os seus voos para transformar no material, que alimenta as impressoras 3D como se fossem as “tintas” de impressoras convencionais.

Máquina necessita de 1,5 kg de filamento por dia, e com a iniciativa, o custo com o material caiu de 60 euros/kg para apenas 17 euros/kg. O material costumava ser comprado a partir de agentes externos, e , anualmente, toneladas de garrafas utilizadas após os voos do aeroporto Schiphol, em Amsterdã, passaram a ser enviadas para a empresa de reciclagem Morssinkhof Rymoplast e o fabricante de filamentos Reflowcom, com esta finalidade.

Contínuo como plugues especiais e capas protetoras utilizadas nos serviços de revisão de seus motores. Confira o vídeo de divulgação do processo:

Processos sustentáveis e inovadores. Para nossos clientes, para a sociedade e para nossos próprios funcionários. É ótimo ver como somos capazes de produzir produtos úteis a partir de resíduos. " conclui Ton Dortmans, Vice-Presidente Executivo de Engineering & Maintenance na KLM.

Postar um comentário

0 Comentários