CONFIRA

Filme A 5 Onda


Adolescentes e tem uma garota como protagonista. Baseado no best-seller homônimo de Ricky Yancey. Cassie (Chloë Grace Moretz) é uma adolescente enfadonhamente normal. Vai à escola, à festas sonha com um garoto inatingível, adora o irmãozinho caçula. Até o dia em que os invasores chegam.

Sistemática, diminuindo consideravelmente à capacidade de reação dos alvos. Atacando em ondas, os extraterrestres, primeiro eliminam nossos recursos eletrônicos. Depois causam destruição em massa com desastres naturais. E contaminam a maior parte da população restante com um vírus letal antes de invadir o território. Calma, nada disso é spoiler, está no trailer (e no poster, e na capa do livro).

Construídas como um filme catástrofe pela perspectiva de uma adolescente comum, tem ótimos efeitos especiais. Além de uma tensão bem construída, já que os personagens não fazem ideia dos planos e objetivos do inimigo, muito menos quando e como virá o próximo ataque. Infelizmente tudo isso é apenas a introdução.

Humanidade em situações extremas. - Até onde você iria para sobreviver? - Mas perde o foco, e qualquer chance de profundidade, quando o misterioso Evan Walker entra em cena.

Moça (lembra do carinha inatingível da escola?), interrompe a ação. E ainda abusa da suspensão de descrença do expectador: sério que alguém consegue arrumar um pretendente tão rápido, em um mundo que a maioria da população foi extinta?

Sammy. Supostamente resgatado pela forma militar "estadunidense". O desfecho é previsível para quem está familiarizado com o gênero. Mas pode ser uma novidade, e uma boa introdução à ficção-cientifica para a garotada. Claramente o público alvo da produção.

A 5ª Onda, é mais uma franquia que pretende pegar a lacuna que Jogos Vorazes deixou. Sobrevive graças aos bons efeitos e tensão de sua primeira metade, e principalmente ao carisma de sua protagonista. Chloë Grace Moretz carrega bem o filme, mesmo nas sequencias absurdas.

Postar um comentário

0 Comentários