CONFIRA

Filme Orgulho Preconceito e Zumbis


Jovem da era pré-vitoriana "cinematográfica". Cabelos bem arrumados e impecável vestido branco, a diferença aqui, é o rosto sujo de sangue o nariz em decomposição com ranho saindo da narina não existente. Caso você não tenha entendido pelo título, esta cena está ali para pontuar: esta é uma paródia.

Romance mais adorado de Jane Austen incluindo mortos vivos ao cenário já conhecido por muitos. Assim as garotas Bennet são treinadas para sobrevivência, enquanto o Sr. Darcy (Sam Riley) além de bom partido é um coronel na batalha que assola a Inglaterra.

Original, com jantares, bailes e longas discussões. A diferença aqui é que eventualmente estes são interrompidos, ou mesmo seguem, na presença de zumbis e lutas de espadas.

Não é The Walking Dead. De fato, os zumbis deste romance tem suas próprias características de evolução (calma, ninguém brilha), mas os efeitos da decomposição e a consciência são bem diferente dos tradicionais mortos andantes.

Arte é eficiente, mas nada que já tivéssemos visto antes, ou que esperássemos de uma produção deste porte. Já o roteiro precisa pegar alguns atalhos para contar a longa história de Orgulho e Preconceito, incluindo a parte sobrenatural (sim, pois nessa época não era vírus, mas uma praga bíblica mesmo).

Postar um comentário

0 Comentários