CONFIRA

Hackers já podem desbloquear


Tiradas de um copo de água, obtendo acesso aos conteúdos neles. O experimento realizado na China, em parceria com a Tencent, uma das maiores provedoras de internet do país, foi feito para demonstrar que praticamente nenhuma tecnologia é infalível.

Convidados a tocar em um copo de água, deixando suas impressões digitais nele. Em seguida, os hackers tiraram foto das digitais e usaram um aplicativo desenvolvido por eles para extrair os dados da imagem e clonar as impressões, tudo isso em menos de 20 minutos.

Celular da vítima e o resultado foi o seguinte: três smartphones desbloqueados com sucesso, bem como duas máquinas de atendimento equipadas com leitores biométricos. O grupo não revelou o método em sua totalidade.

Digital clonada em três sensores bastante comuns em smartphones top de linha: capacitância, encontrado no Google Pixel 3; óptico, utilizado na tela do OnePlus 7T; e ultrassônico, que também fica sob a tela é encontrado em modelos da linha Galaxy S10.

Quais eles são usados para desbloqueio de telas e confirmação de compras, entre outras coisas, também é comum encontrá-los em terminais bancários, portas, catracas, elevadores e muitos outros lugares.

Recomendou que as pessoas limpem as suas digitais ao tocar em qualquer coisa, seja em um copo, porta, espelho, mesa ou no próprio celular, para evitar que sistemas de coleta de impressões realizem um trabalho semelhante ao feito no experimento.

Postar um comentário

0 Comentários