CONFIRA

Pele artificial recria contato


Universidade Northwestern está trabalhando no desenvolvimento de uma "pele artificial" que permite recriar contato físico em realidade virtual. Com a tecnologia, é possível dar abraços e realizar outras interações em ambientes digitais. Em tese, é algo parecido com o que vemos no filme Jogador N° 1, de Steven Spielberg.

Vibrações na pele para simular reações táteis. O dispositivo que está sendo testado atualmente tem cerca de seis polegadas, funciona sem fio e possui 32 sensores para recriar o toque de forma digital.

Yonggang Huang, co-autor do estudo, para o Daily Mail. "Em comparação aos olhos e os ouvidos, a pele é uma interface sensorial relativamente pouco explorada e que pode melhorar significativamente as experiências."

Os criadores da pele artifical também indicam que o sistema pode ser utilizado para ajudar pessoas que utilizam próteses a ter sensações táteis. Como o material é flexível, a tecnologia se adapta ao formato da parte do corpo e garante um reconhecimento mais preciso na hora da simulação.

Retorno tátil pode ser útil até mesmo em situações cotidianas, como abrir uma porta no frio ou manipular objetos quentes. Os pesquisadores pretendem, inclusive, trazer simulação de temperatura para a pele artificial, o que deixará a tecnologia ainda mais imersiva e, consequentemente, próxima da realidade.

Postar um comentário

0 Comentários