Trending

Avispa Fukuoka em 2019


Futebol ofensivo, em contraste ao seu antecessor Masami Ihara, foi um enorme fracasso. O elenco nem teve tantas mudanças assim (a principal perda foi o atacante Dudu, que se transferiu para o Ventforet Kofu), mas quase tudo que podia dar errado deu. Desde o início, a luta do Avispa foi para fugir da J3. A melhor colocação no ano inteiro foi o 16º lugar que só foi alcançado na última rodada.

Campanha de 4V, 4E, 8D, em 18º lugar. O assistente Kiyokazu Kudo assumiu o comando, mas pouca coisa melhorou. O novo treinador precisou de seis jogos para conseguir a primeira vitória, mas alguns poucos triunfos no segundo turno, incluindo nos confrontos diretos contra Machida (2x0), Gifu (2x0), Ehime (3x0), e Tochigi (1x0) foram suficientes para manter o time a salvo. O Avispa teve o quarto pior ataque e a sexta pior defesa da J2. 29% dos gols foram marcados em jogada de bola parada e 35% em cruzamentos (com bola rolando). Mesmo com tantos gols sofridos (62), o destaque foi o goleiro espanhol Jon Ander Serantes. Ele era titular no Campeonato Espanhol pelo Leganés.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem