CONFIRA

Rodoviários em frente a garagens afeta circulação


Reduz o número de cobradores de ônibus afetou a circulação de algumas linhas do transporte coletivo de Porto Alegre no começo da manhã desta quarta-feira (18).

Todas as linhas circularam, mas com falhas nos horários. O órgão afirmou que fez remanejamento de trabalhadores e itinerários para minimizar o impacto, e as lotações foram autorizadas a transportar passageiros em pé.

Por volta das 7h, funcionários da companhia saíram da sede da empresa, no bairro Partenon, e seguiram em caminhada em direção à Câmara dos Vereadores.

Apenas dois ônibus haviam saído entre 5h e 6h20min: as linhas Leopoldina e 520. Um grupo de rodoviários se reuniu em frente à garagem da empresa, que atende cerca de 100 mil passageiros por dia, e grande parte aderiu à paralisação.

Vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Alessandro Ávila, deitou em frente ao primeiro veículo da fila. Minutos antes, ele havia dito à reportagem de GaúchaZH que a categoria não iria impedir a circulação.

Mas não é uma reposição salarial, não é um tíquete. É o futuro da profissão dos cobradores.

Postar um comentário

0 Comentários