Marcelinho Paraíba Magno Alves


Berlim, entre outros... Mas hoje, todos com 40 anos ou mais, passam a ser referência em clubes de menor expressão do futebol - com exceção do goleiro Fernando Prass, do Ceará. Quem são esses quarentões ainda em atividade.

Tupynambás. O atacante, campeão brasileiro da Série D do Brasileiro em 2011 pelo Tupi, que passou por Botafogo e Fluminense em 2002 e 2003, respectivamente, é a esperança de gols na divisão principal do Campeonato Mineiro.

Com passagens por clubes tradicionais do futebol nacional, como Grêmio, Palmeiras e São Paulo, o jogador também defendeu equipes menos expressivas, a exemplo de Tubarão da Serra-SP, Operário-MS e Batel-PR, em divisões inferiores de estaduais com pouca visibilidade.

Postar um comentário

0 Comentários