CONFIRA

Como se prevenir de ciberataques em casa


Autoridades do governo. Esses ocorridos acabaram despertando a atenção para a formulação de um decreto que promove a segurança digital para o país. No dia 05 de fevereiro, o Governo Federal publicou o Decreto número 10.222 que aprovou a estratégia nacional de segurança cibernética para o Brasil.

Entidades da administração pública federal, no âmbito de suas competências, as gestões que possibilitem à implementação das ações estratégicas previstas na E-Ciber (a estratégia da política de cibersegurança nacional)”.

Cibernéticos de Governo (CTIR-Gov), órgão vinculado ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI), foram 19.150 registros de notificações de ataques cibernéticos por hackers no ano passado. Isso significa um aumento de quase 4 mil casos em relação a 2018.

Cibernética no país possa ser aprimorada e os ataques hackers passem a se tornar menos frequentes:

Fortalecer as ações de governança cibernética
Estabelecer um modelo centralizado de governança no âmbito nacional
Promover um ambiente colaborativo, participativo, confiável e seguro, envolvendo setor público, setor privado e sociedade
Elevar o nível de proteção do Governo
Elevar o nível de proteção das Infraestruturas Críticas Nacionais
Aprimorar o arcabouço legal sobre segurança cibernética
Incentivar a concepção de soluções inovadoras em segurança cibernética
Ampliar a cooperação internacional do Brasil em Segurança Cibernética
Ampliar a parceria, em segurança cibernética, entre setor público, setor privado, academia e sociedade
Maturidade da sociedade em Segurança Cibernética

Outros vão demandar uma grande mudança na forma como lidamos com a tecnologia e ataques de hackers.Porém, para se adaptar a um mundo em que ataques cibernéticos são constantes, será necessário colocar esses pontos em prática.

Postar um comentário

0 Comentários