Trending

O caso Valencia quando a compra do clube


Qatar, mas é um dos dez homens mais ricos de Singapura e tem um patrimônio pessoal avaliado em mais de US$ 2,5 bilhões. O sonho de disputar por títulos para valer volta com tudo. Mas aí vem a realidade e... frustração. Hora de entender um pouco da história do Valencia.

Material de apoio para o podcast publicado pelo nesta semana, com a primeira parte da viagem feita à Espanha para entender os negócios da LaLiga.

Acumulou um patrimônio pessoal estimado em US$ 2,5 bilhões. É um dos dez homens mais ricos de Singapura. Curioso porque ele é torcedor do Manchester United e foi especulado como um possível comprador do Liverpool em 2010. Ele acabaria na Espanha.

Por cerca de 94 milhões de euros. O negócio foi intermediado pelo empresário Jorge Mendez, famoso no mundo da bola, e pelo presidente Amadeo Salvo.

Compras e vendas funcionam, dessa grana, 22 milhões de euros foram pagos aos antigos proprietários de imediato, enquanto 72 milhões de euros correspondiam a uma dívida com a instituição financeira Bankia, que era credora do Valencia àquela altura do campeonato. O banco concordou em refinanciar a dívida nos quatro anos seguintes, e Peter se comprometeu a pagá-la.

Colocou mais grana e comprou outros 10% do Valencia. Somando este novo aporte com investimentos que ele faria na compra de jogadores, podemos arredondar o investimento total em 200 milhões de euros. Não é pouco.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem