CONFIRA

Vírus alienígena e arma biológica conspiratórias da Covid-19


População mundial,Como a doença surgiu e se espalhou muito rapidamente, diversas teorias da conspiração tentaram explicar a origem da Covid-19. Uma das que mais circulou nas redes sociais – e no WhatsApp, claro – foi a de que a doença seria uma arma alienígena para destruir a humanidade.

Astrobiólogo Chandra Wickamasinghe. Nascido no Sri Lanka, em 1939, o cara jura que a Covid-19 chegou à Terra em outubro de 2019 junto a um asteroide que teria caído justamente na China. Essa não seria a primeira vez que um evento desses teria ocorrido, com outras pandemias supostamente tendo origem extraterrestre.

Wickamasinghe, veio de fora da Terra. Ele tem uma certa fascinação nessa crença, tanto que nos anos 1970 escreveu um livro chamado “Doenças do Espaço”, tentando provar como algumas das mais mortais enfermidades, como a gripe, vieram de regiões distantes no Universo.

Como o vírus teria sobrevivido à radiação sofrida durante toda a sua jornada até aqui e nem como teria infectado os humanos após o choque com a Terra. Por conta disso, ele é bastante desacreditado dentro da comunidade científica internacional, mas faz sucesso entre os fanáticos por teorias de conspiração.

Ideia de que toda a vida terrestre, na verdade, é extraterrestre. Isto é: a vida por aqui teria surgido através de micro-organismos provenientes do espaço.Muitos cientistas tentam provar essa teoria, chamada de panspermia. Até agora, não obtiveram sucesso.

Referente ao coronavírus é de que ele teria sido criado em laboratório para ser uma arma bioquímica. Estados Unidos e China acusaram um ao outro de ter criado o vírus que causou a pandemia. Até mesmo gente importante entrou nessa briga, como o senador norte-americano Tom Cotton, que publicou um tweet em que diz que Wuhan, onde a Covid-19 surgiu, é o único lugar do país que possui um superlaboratório de biossegurança, tentando correlacionar os fatos.

Postar um comentário

0 Comentários