Nossa espécie lidaria com uma invasão alienígena



Terra está sitiada por uma ameaça extraterrestre. Seria esse o estímulo que finalmente nos une a todos como uma única espécie? Isso obrigaria as pessoas a se unirem, combinarem recursos e avançarem com uma motivação unificada para vencer – ou pelo menos sobreviver – a ameaça alienígena?

Ainda, divisória? Ainda nos oprimiríamos e lutaríamos uns contra os outros, apesar de toda a raça humana enfrentar uma ameaça mortal comum?

Vírus altamente contagioso e letal que causa o COVID-19 (SARS-CoV-2), é muito semelhante a um ataque extraterrestre global. Apesar de nossa espécie ter encontrado pandemias anteriores, como uma invasão alienígena, esse novo coronavírus era apenas uma ameaça teórica. Até agora.

Era encontrado por humanos, contra o qual não temos defesa inicial, que é impulsionado apenas por sua própria existência, que facilmente evita nossos melhores esforços para combatê-lo e mata indiscriminadamente.

Todos estamos enfrentando agora, a meu ver, um assunto parece claro. Se nossa comunidade global não pode deixar de lado suas diferenças mesquinhas e egoístas para unir e combater uma invasão mortal em todo o mundo, somos uma espécie de macacos estúpidos e supersticiosos.

Compartilhando dados vitais e equipamentos médicos muito necessários, alguns países ainda não estão chegando à mesa para ajudar toda a humanidade a se defender dessa ameaça existencial e literal. Ainda mais preocupante é o fato dos líderes de alguns países estarem tentando culpar um ao outro, em vez de se unirem com transparência e boa fé para combater esse inimigo comum.


FONTE: OVNI HOJE

Postar um comentário

0 Comentários