Astrônomos querem descobrir o que é o planeta nove



Aglomerado de corpos conhecido como ‘objetos trans-netunianos’, ou, de sigla em inglês, TNOs, que podem ser explicados pela presença de um nono planeta em nosso sistema solar. O hipotético planeta, apelidado de ‘Planeta Nove‘, orbitaria nossa estrela a centenas de vezes a distância entre a Terra e o Sol.

TNOs como sendo causado por um aglomerado de rochas espaciais muito menores. Outros preveem que esse planeta teria cinco vezes a massa da Terra, orbitando nossa estrela a cerca de 400 vezes a distância entre a Terra ao Sol.

Planeta Nove seja realmente um minúsculo buraco negro que sobrou do Big Bang. Tão pequeno, de fato, que mede apenas cerca de cinco centímetros de diâmetro – basicamente impossível de ver com qualquer tipo de telescópio.

Anômalas observadas no sistema solar externo. Uma das ideias apresentadas foi a possibilidade do Planeta Nove ser um buraco negro do tamanho de uma toranja, com uma massa de cinco a 10 vezes a massa da Terra.

The Astrophysical Journal Letters, Siraj, ao lado de uma equipe de astrônomos da Universidade de Harvard e da Black Hole Initiative, delineou um método recém-desenvolvido que poderia responder a essa pergunta de uma vez por todas.

Acréscimo emitidas quando o pequeno buraco negro devora a matéria ao seu redor. Se eles encontrarem algum, isso significa que o Planeta Nove é realmente um buraco negro.

Buraco negro, pequenos corpos que se aproximam dele derreterão como resultado do aquecimento da acumulação de gás do meio interestelar para o buraco negro.

Buraco negro, pequenos corpos que se aproximam dele derreterão como resultado do aquecimento da acumulação de gás do meio interestelar para o buraco negro.

Próxima missão Legacy Survey of Space and Time (LSST), que ocorre no Observatório Vera C. Rubin, no Chile. Os astrônomos envolvidos na missão esperam responder perguntas sobre a natureza da energia escura e da matéria escura, bem como a formação e propriedades dos planetas em nosso sistema solar.

São bons em apontar para um alvo conhecido, mas não sabemos exatamente onde procurar o Planeta Nove. Simplesmente não conhecemos a ampla região em que ele pode residir.


FONTE: OVNI HOJE

Postar um comentário

0 Comentários