É descoberta outro sistema planetário



Astronomy & Astrophysics, os pesquisadores mostram a complexidade do sistema planetário ao redor da estrela Luyten, que pode ser formada por vários planetas.

Pesquisador da Universidade de Liège (Bélgica) e principal autor da publicação

Sistema solar, faz dele um excelente candidato para a busca de traços de vida em futuras missões espaciais.

Especial interesse, pois é o quarto sistema planetário mais próximo do Sol, que orbita em torno de uma estrela anã M a 12,23 al (1 al, expresso como ‘ano-luz’) e abriga um planeta na zona habitável, logo atrás de Proxima Centauri (a cerca de 4,24 al), Ross-128 (a 10,99 al) e GJ 1061 (a 11,96 al). O sistema possui dois planetas confirmados (nomeados GJ 273b e GJ 273c) e outros dois a serem confirmados (cujos nomes serão GJ 273d e GJ 273e).

Acordo com seus autores, a análise dinâmica global, incluindo esses dois planetas candidatos, torna o sistema altamente estável e, portanto, altamente provável.

Massas um pouco menores que Netuno, variando entre 9 e 12 vezes a massa da Terra, que no jargão astrofísico é conhecido como ‘mini-Netuno’.

GJ 273c tem uma massa semelhante à da Terra, enquanto o GJ 273b é considerado uma super-Terra. O último é interessante, já que sua órbita está próxima à borda interna da zona habitável de sua estrela hospedeira e sofre com o aquecimento das marés (o mesmo fenômeno que as marés existem na Terra devido à interação gravitacional com a Lua e o Sol).


FONTE: OVNI HOJE

Postar um comentário

0 Comentários