CONFIRA

NASA e ESA divulgam as fotos mais próximas do Sol



Próximas do Sol já feitas. Elas foram capturadas pela sonda Solar Orbiter, lançada em fevereiro, com o objetivo de estudar os polos do astro mais de perto.

Chegou a 77 milhões de quilômetros de distância da superfície solar (metade do percurso entre a estrela e a Terra), as imagens de altíssima resolução mostram fenômenos nunca observados com tantos detalhes. Entre eles, um dos destaques são as erupções, chamadas pelos cientistas de “fogueiras”.

Têm origem conhecida, mas os pesquisadores acreditam que elas sejam mini-explosões ocorridas em toda a estrela, ajudando a aquecer a atmosfera externa do Sol (corona). “As fogueiras que estamos falando aqui são como pequenos sobrinhos das erupções solares, pelo menos um milhão, talvez bilhões de vezes menores”, comentou o astrofísico do Observatório Real da Bélgica David Berghmans.

Pode fazer o Solar Orbiter. Segundo a ESA, os instrumentos da sonda ainda não estão totalmente configurados, precisando de alguns ajustes.

Aproximações do Sol, ficando ainda mais perto da superfície do que agora. Em 2021, está prevista uma manobra que a colocará a 42 milhões de quilômetros de distância do astro, podendo registrar fotos com muito mais detalhes.



FONTE: TECMUNDO

Postar um comentário

0 Comentários