Trending

Imunidade de rebanho pode exigir vacinação

 


Alcance a imunidade de rebanho, dificultando a transmissão do Sars-CoV-2? No início da pandemia, estimava-se ser necessário ter entre 60% e 70% dos cidadãos imunizados, mas essa estimativa vem aumentando nos últimos meses.

Quinta-feira (24), o imunologista Anthony S. Fauci, um dos maiores especialistas em doenças infecciosas dos Estados Unidos, afirmou que pode ser preciso vacinar cerca de 90% da população para alcançar a imunidade coletiva e, assim, a sociedade voltar à vida normal.

Cientistas que previram taxas de imunização mais baixas. No entanto, o conselheiro do governo americano tem aumentado gradativamente suas estimativas: em novembro, elas passaram a ficar  entre 70% e 75% , mas, no início de dezembro, aumentaram para mais de 80%.

Agente causador da covid-19, identificadas no Reino Unido e na África do Sul, entre outros lugares, mostrando-se com uma maior capacidade de transmissão. O grande número de americanos afirmando que não pretende se vacinar (em torno de 20%), apontado por pesquisas recentes, também colaborou para isso.

Frear a transmissão da covid-19 apontado pelo imunologista (que aconselha as ações de Donald Trump em resposta à pandemia) é de aproximadamente 90%. Esta é quase comparável ao necessário para erradicar o sarampo, uma das doenças mais contagiosas do mundo.

Além de flutuar através de qualquer abertura e infectar pessoas em outros locais, o sarampo só deixa de ser transmitido quando 95% ou mais das pessoas estiverem imunizadas, de acordo com estudos de surtos em dormitórios estudantis e quartéis militares.

Coronavírus não apresenta a mesma taxa de transmissão do vírus do sarampo. “Eu apostaria minha casa que a covid-19 não é tão contagiosa quanto o sarampo”, ele afirmou.

População pode ser atingida tanto por meio de um programa de vacinação eficiente quanto pelo contato direto com o vírus. Nesse último caso, a infecção leva ao desenvolvimento de anticorpos, porém pode resultar em um grande número de mortes.

Coletiva, mas destacam que qualquer previsão sobre o Sars-CoV-2 é apenas “suposição”, devido ao pouco tempo de estudo da doença.

Saúde Pública de Harvard, inúmeros fatores podem influenciar nesse tipo de cálculo, por exemplo, diferentemente da medição feita em rebanhos reais, nas quais há um controle total sobre os animais confinados. Ele também diz acreditar que não é preciso zerar a transmissão para voltar à normalidade e mencionou outras doenças.

Mundial da Saúde (OMS), Katherine O’Brien, recusou-se a fazer estimativas, além de comentar que o índice de imunidade coletiva varia de um lugar para outro. “Devíamos dizer que simplesmente não sabemos. E não será um número mundial ou mesmo nacional. Vai depender da comunidade onde você vive”, ela afirmou.


FONTE: TECMUNDO

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem