Trending

Médica sofre reações graves após receber vacina

 


Receber a dose do fármaco da Pfizer e BioNTech, segundo a Secretaria de Saúde do país. A profissional sofreu um episódio de convulsões e erupções cutâneas, perda de força muscular e dificuldade respiratória. Foi levada a uma UTI, onde é tratada pela inflamação cerebral. Este é o primeiro caso de encefalite conhecido no México em decorrência da administração do antígeno.

A Secretaria de Saúde informa que a médica tinha como antecedente uma alergia a trimetoprima com sulfametoxazol, um antibiótico usado principalmente para as infecções em vias urinárias. “Será seguido um tratamento especializado intensivo com base em esteroides e anticonvulsivos para diminuir o risco de que apresente sequelas”, informou o Governo mexicano sobre a paciente, que se encontra em estado grave.

Governo colocou como primeiro grupo receptor do antígeno os profissionais que atendem pacientes de coronavírus. O IMSS informou na quarta-feira que, dos quase 20.000 trabalhadores da saúde que foram vacinados, 23 apresentaram reações alérgicas adversas leves, com sintomas como enjoos e palpitações. Só uma pessoa tinha tido dificuldade para respirar após receber a dose, mas em nenhum desses episódios foi necessária a hospitalização dos receptores do antígeno.

O México estima que imunizará 750.000 trabalhadores da saúde e que no final deste mês começará a inocular a vacina em idosos. Até agora, 1,4 milhão de pessoas foram contagiadas com a covid-19 no México, e 126.500 morreram por causa da doença, segundo dados oficiais. De acordo com a Secretaria da Saúde, até agora não se conheciam casos de encefalite relacionados com o fármaco da empresa norte-americana.

0,6% sofreram reações alérgicas adversas graves. No Reino Unido, o primeiro país a iniciar a vacinação, as autoridades sanitárias advertiram que alguns pacientes com antecedentes de alergias a medicamentos, outras vacinas e alimentos poderiam sofrer reações adversas, e pediram que este grupo de pessoas evitasse receber a vacina por enquanto.



FONTE: Brasil Elpais

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem