Kramer espera nova surpresa do Borussia M'Gladbach

 


Borussia Mönchengladbach terá a missão considerada mais difícil nas oitavas de final: superar o Manchester City, líder disparado do Campeonato Inglês e invicto há 25 partidas, com 18 vitórias seguidas.

Pandemia de Covid-19, com transmissão em tempo real no ge. Em entrevista exclusiva, o volante Christoph Kramer, um dos principais nomes do time alemão, reconheceu o favoritismo do City, mas demonstrou confiança em surpreender outra vez um gigante europeu.

Mesmo sob muita pressão não levam quase nenhum gol, são capazes de contra-atacar, deixam pouco espaço para os seus oponentes em campo, e por isso acho que é visivelmente a tarefa mais difícil da Champions League no momento.

Borussia Mönchengladbach se classificou em segundo lugar no grupo B da Champions, com oito pontos, apenas dois atrás do Real Madrid, com quem disputou a liderança na última rodada.

Favorita Inter de Milão, que terminou em último na chave, e deixou para trás também o Shakhtar Donetsk, dois rivais que foram semifinalistas da última Liga Europa.

Borussia Mönchengladbach viveu seu momento de glória na década de 70, quando ganhou cinco vezes o Campeonato Alemão (1970, 1971, 1975, 1976 e 1977), duas Copas da Uefa, hoje Liga Europa (1975 e 1979), e foi vice-campeão europeu e mundial em 1977 - o Liverpool, campeão da então Copa dos Campeões, não quis disputar o Mundial Interclubes, e o Gladbach fez a final com o Boca Juniors, perdendo por 5 a 2.

Boa campanha na Bundesliga, Kramer ainda vê o clube distante de repetir o que fez há meio século, mas não descarta qualquer cenário.

Desejo alto demais, o volante do Gladbach, campeão mundial com a Alemanha na Copa de 2014, no Brasil, acredita que a torcida tem o direito de querer cada vez mais.

Naturalmente, queremos seguir nesse caminho. Ainda não nos vejo prontos para um título europeu, simplesmente porque outras equipes são boas demais, é preciso ser claro quanto a isso, não é um segredo. Mas estamos muito felizes e orgulhosos com o que conquistamos até agora.



FONTE: GLOBO ESPORTE

Postar um comentário

0 Comentários