Mais de um ano sem jogar por lesão

 


Sporting B sobre o Oriental Dragon, pelo terceirona portuguesa. Mas não foi um gol qualquer: o jogador não marcava há mais de um ano após sofrer uma grave lesão no joelho direito em janeiro do ano passado quando atuava regularmente pela equipe principal dos Leões.

15 minutos de jogo no Estádio Aurélio Pereira, na Academia Cristiano Ronaldo (nome do CT do Sporting), localizada na cidade de Alcochete, quando Luiz Phellype roubou a bola do zagueiro, percebeu o goleiro adiantado e, de fora da área.

Homenagearam pelo momento especial. O equatoriano Gonzalo Plata selaria a vitória aos 38 minutos do segundo tempo.

Vez no dia 21 de dezembro de 2019, pela Primeira Liga, quando era o vice-artilheiro do Sporting, atrás apenas do português Bruno Fernandes, contratado pelo Manchester United no início de 2020.

Filme na minha cabeça quando fiz o gol. Tanto que mal comemorei. Parecia estar saindo um peso enorme dos meus ombros. Não foi fácil ficar tanto tempo sem jogar, sem fazer o que mais amo, sem poder ajudar o Sporting. Esse gol representa demais pra mim por tudo o que enfrentei em mais de um ano. Jamais imaginei ficar esse tempo todo parado. É claro que tudo na vida tem um propósito e temos que aprender com isso, mas que outras coisas boas estejam por acontecer – desabafou Luiz Phellype, que espera recuperar o ritmo no time B para, em breve, voltar ao time principal.


FONTE: GLOBO ESPORTE

Postar um comentário

0 Comentários