Elon Musk afirma que Tesla não vendeu suas unidades

 

Aceitar Bitcoin como forma de pagamento, e a notícia gerou uma desvalorização histórica da criptomoeda, pegando investidores de surpresa. Além disso, Elon Musk sugeriu, em interação com um seguidor no último domingo (16), que não descartava a venda do resto de seus ativos digitais. Entretanto, em tweet publicado onetm (17), o empresário respondeu alguns questionamentos e afirmou que unidade alguma saiu dos "cofres".

Já foi o suficiente para uma recuperação parcial dos valores, que chegaram a US$ 44.680 (cerca de R$ 236 mil em conversão direta) às 15h35 (horário de Brasília) de segunda-feira, de acordo com o CNBC.

Rede social defendeu o executivo (no domingo), dizendo que entenderia perfeitamente a decisão de se livrar das reservas devido à onda de ódio recebida pela figura nos últimos dias, ele não discordou. "De fato", disse, acendendo um alerta vermelho para quem o acompanha – desmentindo rumores um dia depois.

Elon, antes direcionadas ao Bitcoin, se voltaram à Dogecoin, ainda que tenha lucrado mais de US$ 101 milhões (cerca de R$ 532 milhões em conversão direta) com a venda de unidades que eram as favoritas da vez. Como justificativa pela suspensão, citou preocupação com o "uso crescente de combustíveis fósseis para mineração", causando uma queda de 5% já nos primeiros minutos seguintes ao anúncio.

Que não veem com bons olhos esse vai e vem executado por uma personalidade tão influente.

Conhecido investidor de risco, teceu comentários afiados também no Twitter na última sexta-feira (14). "[Elon Musk] está brincando. É difícil levar a sério alguém que faz isso. Perdi um enorme respeito por ele no ano passado por causa desses eventos. Respeito-o profundamente pelo que faz com seus talentos; não pelo que faz com seus tweets."

Bilionário, anunciou na semana passada que aceitaria Dogecoin como pagamento para lançar a missão lunar Doge-1, o que impulsionou o preço da moeda e aumentou sua aceitação entre algumas operadoras.


FONTE: TECMUNDO

Postar um comentário

0 Comentários