Trending

PayPal pode comprar o Pinterest

 


Negócio que pode chegar a US$ 45 bilhões, o equivalente a mais de R$ 251 bilhões pela cotação do dia. Detalhes sobre a transação foram divulgados à Bloomberg nessa quarta-feira (20), por fontes familiarizadas com a venda.

Pagamentos online procurou a rede social tentando abrir uma negociação, oferecendo US$ 70 para cada ação da companhia. A oferta representa um aumento de 26% em relação ao preço dos papéis do Pinterest no fechamento de terça-feira (19).

Reportagem disseram que a negociação está em andamento e nenhum acordo entre as partes é certo, ressaltando também a possibilidade de mudança nos termos da transação. Mas se tudo der certo, a compra do Pinterest pelo PayPal pode ser anunciada em novembro, conforme a Reuters.

Abriu capital em abril de 2019, quando era avaliada em US$ 10 bilhões. A empresa, que acabou de lançar um programa de monetização para criadores de conteúdos, não comentou sobre a possibilidade de venda.

Aquisição da rede social pode se tornar o maior negócio da história do PayPal, que em 2019 pagou US$ 4 bilhões pela plataforma Honey e recentemente desembolsou US$ 2,7 bilhões para ficar com a japonesa Paidy. Outro negócio feito pela marca em 2021 foi a compra da Happy Returns.

Mais de US$ 300 bilhões, a fintech planeja lançar um novo app. A carteira digital deve ganhar recursos de investimento em ações, desconto de cheques e poupança, tornando-se uma solução semelhante a plataformas como Alipay e WeChat Pay.

Acordo com o Pinterest abriria um enorme mercado para a empresa, aproveitando os 380 milhões de usuários ativos da rede social.


FONTE: TECMUNDO

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem