CONFIRA

Grimm por que a série foi cancelada

 


Expectativas. Afinal, outras produções semelhantes estavam sendo lançadas na mesma época, como Constantine, por exemplo, e acabaram encerrando rapidamente. No entanto, o seriado da NBC durou seis temporadas e teve pouco mais de 100 episódios, para a alegria dos fãs.


Ninguém ficou surpreso, até porque o esperado era que a série acabasse bem antes. A conclusão de Grimm foi bem apressada e pode deixar o público decepcionado, mas é importante saber que existe bastante coisa por trás do cancelamento.


Foi anunciada com apenas 13 episódios, o público já começou a especular que a produção não estava em sua melhor forma. Isso porque as temporadas anteriores costumavam ter quase o dobro de episódios, então algo não parecia certo.


Primeira parte não era algo definitivo, mas apenas um teste de popularidade. Caso o desempenho fosse bom, novos episódios poderiam ser encomendados para desenvolver a história com mais calma, mas como isso não aconteceu, o cancelamento foi finalmente decretado.


Despedida, a equipe técnica, incluindo os escritores de Grimm, se despediram com maior facilidade. É importante lembrar que o universo do seriado era bem complexo, então pensar mais de cem episódios, focando na originalidade e na conexão entre as histórias, era uma tarefa bastante complicada e que afetou James Kouf e David Greenwalt, criadores da série.


Trama, como era esperado, e fez com que a popularidade de Grimm fosse caindo ao longo do tempo. Não chegou a ser catastrófico, como acontece com outras séries do gênero, mas a produção foi se perdendo em relação à 1ª temporada.


Prolongou mais do que o necessário. Grimm acabou em sua 6ª temporada e conseguiu fechar as histórias paralelas que surgiram ao longo dos episódios com coerência e satisfação, de modo geral. Mesmo tendo sido corrido, é importante levar em consideração o estado de cansaço criativo pelo qual muitos estavam passando.






FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO CONTEÚDO NOSSO GALERA ...........

Postar um comentário

0 Comentários