CONFIRA

Se sabe sobre a Ômicron, variante descoberta na África

 


Mundiais quando o assunto é a evolução da pandemia. Isso porque, há uma semana, cientistas que trabalham no país africano detectaram uma nova variante do SARS-CoV-2, chamada de Ômicron.

OMS (Organização Mundial de Saúde) classificou a nova cepa como de preocupação. O novo vírus apresenta ao menos 36 mutações proteína spike (parte do vírus responsável pela entrada na célula humana) e dez mutações só no receptor ACE2 (partícula que ajuda a criar esse ponto de entrada). Em comparação, a variante Beta tem três e a Delta, dois.

Diretor do laboratório Krisp, na Faculdade de Medicina Nelson Mandela, da Universidade KwaZulu-Natal, em Durban, na África do Sul, aw mutações da Ômicron causam muitas preocupações.

B.1.1.529 [nome científico], parece se espalhar muito rápido. Em menos de duas semanas ela domina todas as novas infecções, após uma onda da Delta devastadora na África do Sul", disse Oliveira. 

Para se tornar predominante no mundo e superar a Delta, que segundo a OMS é responsável pela grande maioria de infectados com a Covid-19.

Outros 12 países - Botswana, Canadá, Bélgica, Itália, Alemanha, Holanda, Reino Unido, Portugal, Dinamarca, República Tcheca, Israel e Austrália - e no território de Hong Kong. 

Infectados se concentram no centro econômico do país, na província de Gouteng, onde estão as cidades de Joanesburgo e Pretória. Porém, os cientistas acreditam que haja casos em outras regiões.

Os números de casos estão em alta, principalmente em algumas regiões da África do Sul, porque os estudos genômicos estão em andamento. 

Se a infecção com Ômicron causa doença mais grave em comparação com infecções com outras variantes, incluindo Delta. Dados preliminares sugerem que há taxas crescentes de hospitalização na África do Sul, mas isso pode ser pelo crescimento da doençã por lá.  

Organização sugerem que há um risco aumentado de reinfecção com a variante. O que significa que pessoas que já tiveram Covi-19 podem ficar doentes mais fácil com a variante.

Presidente da Associação Médica da África do Sul, em entrevista ao jornal The Telegraph afirmou que os sintomas são mais leves e diferentes. De acordo com ela, os pacientes apresentaram cansaço excessivo, dores no corpo e na cabeça. Sem aparecimento de tosse, perda de olfato e paladar. 










FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO CONTEÚDO NOSSO GALERA ...........

Postar um comentário

0 Comentários