Trending

Animal recordista em número de patas é descoberto

 


Ao menos, o com mais patas já observado pela ciência. Com 1.306 patas e menos de 10 centímetros de comprimento, a espécie foi encontrada em agosto de 2020 e sua descoberta foi relatada em artigo publicado nesta quinta-feira (16) no periódico Scientific Reports.



Buraco de 60 metros de profundidade criado para exploração mineral. Batizada pelos cientistas de Eumillipes persephone, a espécie faz parte da classe dos diplópodes ou milípedes, que tem entre seus representantes mais conhecidos o piolho-de-cobra.



Chamaram a espécie de primeiro “verdadeiro milípede”; a palavra milípede vem do latim “mil patas”, mas até então nenhum animal descrito pela ciência havia atingido esta marca. O também milípede Illacme plenipes, que antes ocupava o posto de animal com mais patas do mundo, tinha apenas 750.



Alongado e ausência de olhos e pigmentação a diferenciam de seus parentes mais próximos à superfície e outros membros da sua ordem.



Número de pernas e anéis também são adaptações importantes à locomoção da espécie em um ambiente de grande profundidade. Suas grandes antenas a auxiliam a encontrar entradas no solo.



Grande importância ecológica, como na filtração de águas subterrâneas e triagem de toxinas ambientais, e os estudiosos alertam para a necessidade da conservação de seu habitat.



Pesquisadores em buracos de exploração mineral, com 1,5 cm de diâmetro e até 81 metros de profundidade, no qual foram colocadas armadilhas específicas para atrair invertebrados de grandes profundidades.




PVC com numerosas aberturas, junto de material orgânico em decomposição que serve como isca aos animais. Após aproximadamente dois meses, as armadilhas são retiradas dos buracos e os espécimes coletados, examinados em laboratório.







FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO CONTEÚDO NOSSO GALERA ...........

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem