Dono de Tesla faz criptomineração no carro

 


Computador conectado. Segundo a reportagem, o proprietário de um Tesla Model 3 modelo 2018 conseguiu a façanha, e está obtendo cerca de US$ 800 (ou R$ 4,5mil) por mês.







Algum dinheiro com seu carro parado na garagem, usando um Apple Mac Mini M1 e alguns processadores gráficos (que não revelou) ligados a um soquete de 12V, do tipo tomada de isqueiro, conectado à bateria do veículo. A reportagem não teve acesso ao modelo de GPU utilizada no experimento.








Consequências desse processo inédito de criptomineração será o cancelamento da garantia de fábrica do seu veículo. Mas ele não se importa, por entender que, após computados o custo da eletricidade e da instalação dos equipamentos, o resultado final compensa.






Experimentou fazer mineração de criptomoedas em 2018, usando a bateria de seu Tesla Model S 2017. Embora tenha ganhado algum dinheiro, porque não pagava pela eletricidade que usava, Alessi questiona os lucros obtidos por Raval.







Por que você colocaria esse tipo de desgaste em um carro que vale entre US$ 40 mil a US$ 100 mil?”, pergunta o revendedor, e resume a questão: "Funcionou? sim. Minerou-se alguma coisa que valesse à pena, a ponto de ser lucrativo de algum jeito, forma ou maneira? Não".









FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO CONTEÚDO NOSSO GALERA ...........
Reactions

Postar um comentário

0 Comentários