Starlink diminui a procura pela internet via satélite

 


Satélite da SpaceX, apresentou uma queda considerável no final de 2021. Conforme relatou o Business Insider na sexta-feira (7), a demora para atender aos clientes na fila de espera pode ter motivado os números baixos do período.






Uma média de 10 mil novos usuários por mês desde o início do ano passado. Porém, ela parece ter ganhado somente 5 mil clientes nos dois últimos meses, somados os assinantes que aderiram ao serviço em novembro e dezembro.







Comunicações dos Estados Unidos (FCC) em novembro, a empresa informou que possuía 140 mil usuários em 20 países. Já na última quinta-feira (6), a engenheira da SpaceX Jessie Anderson revelou, durante um webcast da companhia, que o número de assinantes neste início de 2022 é de 145 mil.







Interessados em utilizar a internet via satélite em fevereiro do ano passado, cobrando uma taxa de US$ 99 (R$ 557 pela cotação atual). No entanto, a chegada da empresa ao país deve atrasar, pois a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitou novos documentos  para aprovar o serviço.





Fila de espera da Starlink tem demorado bastante, chegando a até 11 meses para o atendimento, em alguns casos. Muitos deles nem receberam qualquer contato da empresa, optando por solicitar o reembolso da taxa e procurar outra operadora.







SpaceX pediu desculpas pelo atraso, dizendo que a escassez de chips reduziu a sua taxa de produção de equipamentos. Sobre o número atual de assinantes e a redução na procura pelo serviço, a empresa não se pronunciou.







FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO NOSSO CONTEÚDO GALERA ..........
Reactions

Postar um comentário

0 Comentários