Trending

Estados Unidos superam marca de 900 mil mortes por Covid-19 - 2022

 


De 900 mil mortes por Covid-19 confirmadas, número alcançado após o auge de contágios causados pela variante ômicron e dois meses depois dos 800 mil primeiros óbitos, segundo a contagem da Universidade Johns Hopkins.





Universidade registrava um total de 900.334 mortes em decorrência do coronavírus desde que a pandemia chegou aos EUA, o país que registrou mais mortes por Covid-19 no mundo.





Número mais alto do planeta, seguido por Índia e Brasil. As infecções diminuíram nas últimas semanas, embora os casos permaneçam elevados em comparação com outros tempos da pandemia e as mortes estejam em tendência ascendente.






Queda dramática nas infecções, mas defendeu uma vigilância contínua.






Casos nos EUA caiu de quase 790 mil, em 12 de janeiro, para cerca de 378 mil, na quarta-feira (2 de fevereiro), de acordo com os últimos dados dos CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças).






Chegada da variante ômicron: no início de dezembro, o número médio semanal de novas infecções era de cerca de 100 mil.






Estados Unidos, em janeiro de 2021, essa média não era superior a 250 mil, de acordo com dados dos CDC.






Mantenham em um dos níveis mais elevados de toda a pandemia, com uma média semanal de cerca de 133 mil, segundo o jornal The New York Times. Já a tendência atual das mortes é ascendente: a média semanal é de 2.400, o dobro do que era em meados de dezembro, com base nos CDC.









FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO CONTEÚDO NOSSO GALERA ...........

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem