Trending

Subvariante da Ômicron está em 57 países

 



Alguns estudos pode ser mais contagiosa do que a original, foi detectada em 57 países, informou a OMS (Organização Mundial da Saúde) na terça-feira (1º).






Sofre mutações com rapidez, já se tornou globalmente dominante depois de ser detectada pela primeira vez no sul da África há dez semanas.





Representa mais de 93% de todas as amostras de coronavírus coletadas no último mês, possui diversas subvariantes: BA.1, BA.1.1, BA.2 e BA.3.







Identificadas - seguem representando mais de 96% dos sequenciamentos de Ômicron incluídos no banco de dados global GISAID.






Casos relacionados à BA.2, que apresenta várias mutações que diferem da versão original, principalmente na proteína spike que marca a superfície do SARs-CoV-2 e é essencial para a entrada nas células humanas.






GISAID sequenciamentos designados como BA.2", ressaltou a OMS, acrescentando que, em alguns países, essa subvariante representa agora mais de metade dos sequenciamentos de Ômicron coletados.






Sabe sobre as diferenças entre as subvariantes e pediu que sejam realizados estudos sobre suas características, especialmente sua transmissibilidade, sua capacidade de escapar da proteção imunológica e sua virulência.





Que a BA.2 é mais contagiosa que a Ômicron original.






Terça-feira que as informações sobre a subvariante eram limitadas, mas dados preliminares indicavam que BA.2 tinha “um ligeiro aumento da taxa de crescimento em relação a BA.1”.






Graves do que as cepas anteriores do coronavírus e, segundo Van Kerkjove, nada indica até agora que a subvariante BA.2 seja mais grave.






FONTE: R7,DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO CONTEÚDO NOSSO GALERA ...........

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem