Trending

Ucrânia pede à Apple que interrompa serviços

 


Ucrânia pediu à empresa que interrompa a venda de produtos e o fornecimento de serviços na Rússia, incluindo um bloqueio à App Store, como resposta à invasão do país. O documento foi assinado pelo vice-primeiro-ministro ucraniano Mykhailo Fedorov.






Apenas ouvirá, mas também fará todo o possível para proteger a Ucrânia, a Europa e, finalmente, todo o mundo democrático de uma agressão autoritária sangrenta para parar de fornecer serviços e produtos da Apple para a Federação Russa”, escreveu Fedorov. A carta, publicada no Twitter, tem mais de 7,5 mil curtidas até o momento.







Jardins de infância e hospitais, feitos pelos russos, além de comentar as consequências que um possível bloqueio teria. “Temos certeza de que tais ações motivarão a juventude e a população ativa da Rússia a interromper proativamente a vergonhosa agressão militar”, finalizou.






Cumprindo as exigências do governo para permanecer no país, ainda não respondeu ao pedido de Fedorov. Mas, no mesmo dia da divulgação da carta, Cook publicou um tweet afirmando estar “extremamente preocupado” e que a sua empresa apoia a ajuda humanitária local.






Invasão ao território ucraniano, já afetaram pelo menos um dos serviços da big tech. Trata-se do Apple Pay, que substitui os cartões físicos e dinheiro nos pagamentos por aproximação e em compras online.






Estão proibidos de processar pagamentos com instituições estrangeiras, usuários da carteira digital da Maçã no país que são clientes das instituições afetadas não conseguem finalizar as transações. O bloqueio também atingiu o Google Pay.









FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE NOSSO SITE COMPARTILHANDO CONTEÚDO NOSSO GALERA ..........

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem