Origem da peste bubônica

 peste bubônica

Maiores mistérios da Arqueologia: a origem da pandemia medieval de Peste Negra, ou peste bubônica, (1346-1353), doença que pode ter matado quase 6o% da população da Eurásia da época.


Analisou DNA antigo de restos humanos, além de dados históricos e arqueológicos de dois cemitérios trecentistas com a inscrição “pestilência”.


Peste bubônica conhecido como Peste Negra foi a onda inicial de uma pandemia devastadora – conhecida como “segunda pandemia da peste” – que durou quase 500 anos, sendo reconhecida como uma das maiores calamidades da história humana.


Debruçado sobre o assunto, a exata origem geográfica da catástrofe mundial ainda permanece incerta até os dias atuais. “É como encontrar o lugar onde todas as cepas se juntam, como no coronavírus, onde temos Alpha, Delta, Omicron, todas provenientes dessa cepa em Wuhan”, compara Johannes Krause, paleogeneticista do Instituto Max Planck, que coliderou o estudo.


Vale de Chüy, perto do lago Issyk-Kul, no atual Quirguistão. Esses locais constituem uma evidência arqueológica amplamente debatida, e podem abrigar vítimas de uma epidemia do século XIV, conforme lápides datadas de 1338-1339, indicando "pestilência" como causa mortis.


Evidência ecológicas e históricas com essas amostras genéticas, os cientistas apuraram o envolvimento da Y. pestis no evento epidêmico analisado. Dois genomas antigos da bactéria, derivados de uma única cepa, foram identificados como o antecessor comum das variantes da pandemia.



Comparação da cepa antiga recuperada com as cepas modernas, hoje encontradas em reservatórios de peste ao redor das montanhas Tian Shan, fronteira natural entre o Quirguistão e a China. Para o autor sênior do estudo, Johannes Krause, "isso aponta para uma origem do ancestral da Peste Negra na Ásia Central”.




FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE O NOSSO SITE COMPARTILHANDO NOSSOS CONTEÚDOS .....

Reactions

Postar um comentário

0 Comentários