Estado de SP volta a registrar mais de 300 internações por dia

 

Suspeitos e confirmados de Covid pela primeira vez desde 27 de julho deste ano, apontam dados da Secretaria de Estado da Saúde. É a média mais alta em quatro meses.


Cada 10 internações, tanto em enfermaria quanto em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), estão concentradas na Grande SP. A média na região é 242 novas internações por dia.


Foi de 195 na terça-feira (15). O número dobrou em dez dias, já que em 6 de novembro, a média era de 92 novas internações.


Mortes está em queda, abaixo de 30 casos por dia, variando entre 14 e 29.


Feito a taxa de ocupação de leitos UTI subir na capital paulista. Até esta terça, a média era de 337 pacientes internados na UTI, sendo a maior média desde 1º de agosto.


UTI destinados ao atendimento de pacientes com Covid aumentou 23%, passando de 489 para 601. Por isso, a taxa de ocupação está em 56,15%, a maior desde 22 de julho.


Totalizando 688.770 desde o início da pandemia. A média móvel é de 33 mortes por dia, com variação de -32% em relação a duas semanas atrás, o que aponta tendência de queda há 14 dias seguidos.


Completando 34.963.985 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 7.786. A variação foi de +61% em relação à média de duas semanas atrás.


Média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.


Segunda-feira (14) a falta de informações oficiais sobre um novo episódio de aumento de casos de Covid-19 no Brasil e disse que a população foi deixada 'à própria sorte' pelos governos.


Se ter uma comunicação centralizada, que seria de responsabilidade do Ministério da Saúde, para informar a população sobre as fases da pandemia. E criticou o fato de estados terem orientações diferentes sobre a vacinação e medidas de contenção da doença.



FONTE: DIA BRASIL NEWS, AJUDE O NOSSO SITE COMPARTILHANDO NOSSOS CONTEÚDOS .....
Reactions

Postar um comentário

0 Comentários